Livro - Farmacopeia Brasileira 5ª Edição 2010 - 2 Volumes

Livro - Farmacopeia Brasileira 5ª Edição 2010 - 2 Volumes

Marca: Editora Fiocruz - Fundação Oswaldo Cruz Referência: 25F2630.08.CE

Carregando...

Link para Download Completo da Farmacopéia Brasileira 5ª Edição: http://www.labsynth.com.br/uploads/pdf/farmacopeia_laudos-farmacopeia_brasileira.pdf


​Autor: COMISSÃO FARMACOPEIA ANVISA

Editora: FIOCRUZ EDITORA

Resenha
A Farmacopeia é o compêndio que estabelece oficialmente o padrão de qualidade para fármacos, insumos, medicamentos e produtos para saúde, em geral, produzidos, importados e comercializados no país. Nela se baseiam ações de vigilância sanitária, como o registro, a fiscalização e a análise fiscal. Amplamente utilizada na pesquisa e nas perícias forenses, também regula relações de comércio exterior, como importação e exportação de produtos farmacêuticos.
A primeira edição da Farmacopeia Brasileira foi oficializada pelo governo federal em novembro de 1926, tornando-se obrigatória a partir de agosto de 1929. "A quase centenária Farmacopeia Brasileira ilustra um ciclo de grande importância para o país", afirma o presidente da Comissão da Farmacopeia Brasileira (CFB), Gerson Antônio Pianetti. Como revela o histórico da publicação, ela vem conquistando "seu espaço, de fato e de direito, como instrumento fundamental de apoio às políticas nacionais de saúde emanadas de governos com projetos sérios de proteção ao cidadão brasileiro", acrescenta Pianetti.
Compete à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) a revisão e a atualização da Farmacopeia. Para a elaboração e a publicação das edições da Farmacopeia Brasileira, a Anvisa nomeou a CFB e diversos Comitês Técnicos Temáticos, responsáveis por fornecer subsídios em áreas específicas do conhecimento.
Dessa forma, a CFB e seus Comitês, em consonância com a Anvisa, trazem à sociedade brasileira um novo código totalmente revitalizado, apresentado em dois volumes - Métodos Gerais e Monografias. Em sua quinta edição, a Farmacopeia Brasileira inclui 176 métodos gerais e 599 monografias, das quais 277 de insumos farmacêuticos, 210 de especialidades, 57 de plantas medicinais, seis de correlatos, 30 de produtos biológico e 19 de hemocomponentes e hemoderivados. 
Com 548 páginas, o Volume I aborda métodos gerais aplicados a medicamentos; métodos físicos e físico-químicos; métodos químicos; métodos de farmacognosia; métodos biológicos, ensaios biológicos e microbiológicos; métodos imunoquímicos; e métodos físicos aplicados a materiais cirúrgicos e hospitalares. Aborda também recipientes para medicamentos e correlatos; preparação de produtos estéreis; procedimentos estatísticos aplicáveis aos ensaios biológicos; radiofármacos; equivalência farmacêutica e bioequivalência de medicamentos; água para uso farmacêutico; substâncias químicas de referência; substâncias corantes; e reagentes. Estão incluídos ainda quatro anexos: tabela periódica dos elementos químicos; unidades do Sistema Internacional usadas na Farmacopeia e as equivalências com outras unidades; solventes para cromatografia; e alcoometria.
Já o Volume II, com 904 páginas, reúne as centenas de monografias, de A a Z, isto é, de þabacateiroþ à þzidovudina e lamivudina comprimidosþ. Cada monografia contém informações como características, descrições, identificação, ensaios de pureza, testes de segurança biológica, doseamento, embalagem e armazenamento, rotulagem etc.

Conteúdo
Volume 1    
1 PREFÁCIO    
2 HISTÓRICO    
3 FARMACOPEIA BRASILEIRA    
4 GENERALIDADES    
5 MÉTODOS GERAIS    
5.1 Métodos gerais aplicados a medicamentos    
5.2 Métodos físicos e físico-químicos    
5.3 Métodos químicos    
5.4 Métodos de farmacognosia    
5.5 Métodos biológicos, ensaios biológicos e microbiológicos    
5.6 Métodos imunoquímicos    
5.7 Métodos físicos aplicados a materiais cirúrgicos e hospitalares    
6 RECIPIENTES PARA MEDICAMENTOS E CORRELATOS    
6.1 Recipientes de vidro    
6.2 Recipientes plásticos    
7 PREPARAÇÃO DE PRODUTOS ESTÉREIS    
7.1 Esterilização e garantia de esterilidade    
7.2 Indicadores biológicos    
7.3 Processo asséptico    
7.4 Salas limpas e ambientes controlados associados    
7.5 Procedimentos de liberação    
8 PROCEDIMENTOS ESTATÍSTICOS APLICÁVEIS AOS ENSAIOS BIOLÓGICOS    
8.1 Glossário de símbolos    
8.2 Fundamentos    
8.3 Valores atípicos    
8.4 Ensaios diretos    
8.5 Ensaios indiretos quantitativos    
8.6 Médias móveis    
8.7 Ensaios indiretos ┬ôtudo ou nada┬ö    
8.8 Combinação de estimativas de potência    
8.9 Tabelas estatísticas    
8.10 Exemplos de cálculos estatísticos aplicados em ensaios biológicos    
9 RADIOFÁRMACOS    
10 EQUIVALÊNCIA FARMACÊUTICA E BIOEQUIVALÊNCIA DE MEDICAMENTOS    
11 ÁGUA PARA USO FARMACÊUTICO    
12 SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS DE REFERÊNCIA    
13 SUBSTÂNCIAS CORANTES    
14 REAGENTES    
14.1 Indicadores e soluções indicadoras    
14.2 Reagentes e soluções reagentes    
14.3 Soluções volumétricas    
14.4 Tampões    
ANEXO A - TABELA PERIÓDICA DOS ELEMENTOS QUÍMICOS - NOMES, SÍMBOLOS    
E MASSAS ATÔMICAS    
ANEXO B - UNIDADES DO SISTEMA INTERNACIONAL (SI) USADAS NA FARMACOPEIA E AS    
EQUIVALÊNCIAS COM OUTRAS UNIDADES    
ANEXO C - SOLVENTES PARA CROMATOGRAFIA    
ANEXO D- ALCOOMETRIA    

Volume 2    
ESTRUTURA GERAL DAS MONOGRAFIAS    
MONOGRAFIAS

Informações Técnicas
ISBN 10 8588233428
ISBN 13 9788588233423
Edição 5
Ano 2010
No. de páginas 1452
Dimensões 21.0 X 28.0 X 12.0

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Características


    Confira também